O FUTURO DE BARES E RESTAURANTES PÓS-PANDEMIA
Video do artigo

O FUTURO DE BARES E RESTAURANTES PÓS-PANDEMIA

29/09/2020
Alberto Reis

A pandemia do novo corona vírus e seus desafios. Para que diversos negócios pudessem permanecer com seus serviços em meio a um novo cenário, muitos setores precisaram se reinventar. Os hábitos dos consumidores também mudaram e acompanharam o momento atual. Assim, a necessidade de criar diferenciais para se destacar no ramo tornou-se fundamental.



DELIVERY É A ALTERNATIVA?
Com a recomendação para que as pessoas evitem sair de casa sem necessidade, para diminuir a possibilidade de contato com o corona vírus, os serviços de entrega em domicílio, os chamados delivery, se firmaram ainda mais como opção de compras durante a quarentena.

Entre os mercados que tiveram grandes mudanças, está o gastronômico. Com a quarentena, restaurantes e lanchonetes que trabalhavam com a parte de salão precisaram se adaptar, assim como estabelecimentos que atuavam com serviços de buffet tiveram que passar por transformações. 

É preciso se atentar a outros valores embutidos como, por exemplo, taxas de aplicativo, uso mais frequente de cartão de crédito e a própria logística de funcionários”. 

Além da forma de como esse prato chegará ao consumidor, também é preciso pensar mais além, ou seja, quando trabalhávamos com o delivery, pensávamos no público individual. Agora, as famílias estão em casa, e o restaurante precisa pensar em embalagens e porções que atendam duas ou até quatro pessoas, por exemplo. Outro desafio é voltado à alta gastronomia, principalmente à questão do empratamento. Agora, eles precisam se atentar com a apresentação do prato e o deslocamento para os clientes.


NOVOS PROJETOS JÁ INCORPORAM MUDANÇAS

Os eventos gastronômicos não fogem à regra e têm

a missão de promover experiências inusitadas para

o público, para os formadores de opiniões e para

toda a cadeia que compõe os elementos principais

da gastronomia brasileira e da região onde se atua. 

Como um dos aspectos mais singulares da cultura, a culinária (local e regional) revela elementos da simbologia social cotidiana que constitui as tradições de um povo e forma um patrimônio que traduz o que não é dito, mas sentido. Além disso, a alimentação aguça todos os sentidos, com aromas, apresentação visual de pratos, exibição da atmosfera local, sabores e sons emitidos no manuseio, na preparação e na degustação, que provocam lembranças e sensações, e tudo isso pode e deve ser

explorado na realização de um evento gastronômico.

Dessa forma, considerando o conceito amplo de eventos, sabendo da sua importância para o segmento de Alimentação Fora do Lar e ainda levando-se em consideração os protocolos de segurança pública e saúde. 

Com a retomada do projeto Cidadela no bairro Carlos Prates, parceiros e comerciantes do bairro se juntaram a causa e a população, tornando-se possível a retomada de eventos na área gastronômica do bairro Carlos Prates. São empresários como esses que contribuem para que o difícil período de quarentena seja mais palatável para a população.

O Sebrae reuniu informações completas sobre protocolos de saúde, orientações para atendimento de clientes, comunicação entre outros assuntos essenciais para esse momento de retomada de bares, lanchonetes e restaurantes. Conheça os protocolos para o seu negócio voltar a abrir as portas para o público. acesse o portal do Sebrae e saiba mais informações.


Chef Frederico Norberto - Proprietário da Hotquim e Fish Truck. 

https://www.instagram.com/hotquimbutquimpetiscaria/



Relacionados

Inovação na Gastronomia do Bairro Carlos Prates

Inovação na Gastronomia do Bairro Carlos Prates

Chef Frederico Norberto proprietário da Hotquim no bairro Carlos Prates diz que este e o momento de inovar, vem adotando uma nova forma de atendimento aos seus clientes.

Mas para que isso fosse possível, ele vem unindo força e conhecimento com...