A falta de cultura de Marketing no Esporte ( em algumas ... ou muitas Entidades)

A falta de cultura de Marketing no Esporte ( em algumas ... ou muitas Entidades)

07/03/2019
Maurício Mendonça

Que o Esporte é um produto extremamente vendável , isso é inegável. Ele tem propriedades que engrandecem qualquer planejamento de Marketing, sobretudo quando aliado às ações de ativação. 

E bem executadas , as ações de Marketing geram resultados expressivos aos patrocinadores e apoiadores.

Mas, nem tudo são flores no Marketing Esportivo. Existe um ofensor que precisa ser quebrado.

E esse ofensor tem atrapalhado a longevidade dos parcerias do Mundo Corporativo com o Mercado Esportivo.

Esse ofensor é a ausência de cultura de Marketing em muitas Entidades Esportivas. Muitas mesmo!

E o mais estarrecedor é que muitas Entidades que não tem cultura de Marketing são Grandes Entidades, suportadas por Marcas Fortes.

E sem Cultura de Marketing não há contrato de patrocínio que resista , mesmo após a conquista de resultados e títulos pela Entidade Patrocinada.

Muitas vezes, as conquistas até pioram as relações entre Entidade e Patrocinador.

Porém, essa ausência de cultura de Marketing é fácil de resolver.

A Entidade precisa ter alguns cuidados e adotar medidas que a aproximem do Patrocinador.

A primeira delas é nomear um interlocutor que seja de Marketing e entenda de Mercado.

A segunda é entender do Mercado do Patrocinador, estudar, conhecer, estar próximo, enfim, acompanhar.

A Terceira é fazer parte do dia-a-dia do patrocinador. Provocar essa participação, freqüentar o Mundo do Patrocinador, conversar, apresentar relatórios , dar e buscar feed-back. Afinal de contas, a correção de rumos faz parte de qualquer relação profissional.

Cuidar dessa relação. Não só cuidar da Marca do Patrocinador mas, sobretudo, alimentar a relação com ele, interessar-se.

Há 2 coisas que vc precisa ter em conta.

A primeira delas é que, colocar a Marca do Patrocinador nos equipamentos de Marketing da Entidade é o que gera visualização mas, isso sozinho não funciona. O relacionamento positivo entre as partes tem que ser alimentado.

E outra, a renovação do contrato de patrocínio começa no momento em que a Entidade assina o 1º contrato com o Patrocinador. À partir daí vale construir e consolidar o relacionamento.

Bons negócios.

Mauricio Mendonça

Especialista em Marketing Corporativo e Esportivo

Diretor de Eventos Esportivos da CIDADELA

Diretor Executivo da ABESC

bluemarketing1964@gmail.com

sportmedia1964@gmail.com

abesc.diretorexecutivo@gmail.com

(31)99129-1100



Relacionados

Feirinha Cidadela agita região da Pampulha no próximo sábado

Feirinha Cidadela agita região da Pampulha no próximo sábado

...

Feirinha Cidadela é nova atração da região da Pampulha

Feirinha Cidadela é nova atração da região da Pampulha

...

Esporte e inclusão

Esporte e inclusão

O esporte é muito importante para o desenvolvimento de todas as pessoas, por isso é tão importante levantarmos a discussäo sobre inclusão e nós do Cidadela trabalhamos para apoiar cada vez mais iniciativas desse modelo.
...